As mudas foram doadas pela Prefeitura de Araguaína e produzidas no Viveiro Municipal. Entre elas estão jatobá, sucupira, bacaba, e o símbolo nacional pau brasil

O Programa Araguaína Mais Ambiente segue incentivando a arborização urbana. Nessa quarta-feira, 20, calouros da Faculdade de Ciências do Tocantins (FACIT) plantaram mais de 100 mudas de espécies nativas no canteiro central da Avenida Tocantins, no setor Araguaína Sul 2. A atividade serviu como trote solidário para os acadêmicos da instituição.

As mudas foram doadas pela Prefeitura de Araguaína e produzidas no Viveiro Municipal. Entre elas estão jatobá, sucupira, bacaba, e o símbolo nacional pau brasil. “Neste ano, até o final de dezembro, teremos plantado mais de 10 mil árvores. É muito importante ter o envolvimento da comunidade e outras instituições para trabalharmos juntos pelo meio ambiente”, afirmou o secretário municipal do Meio Ambiente, Júnior Marzola.

Segundo o coordenador do curso de Direito da Facit, Maicon Tauchert, a atividade é parte do Projeto Plantar e Cuidar, criado em 2012. “A gente precisa se entender como meio, tem responsabilidade ambiental. Por isto, o trote solidário tem a intenção de despertar essa consciência”, contou. Desde o início, há sete anos, já foram plantadas cerca de 10 mil árvores; este foi o primeiro plantio em parceria com a Prefeitura.

As calouras do curso de medicina veterinária Ana Paula Araújo Reis, de 17 anos, e Ana Vitória Lima Miranda, 18 anos, plantaram uma árvore pela primeira vez na vida. “Eu fiquei orgulhosa. Quando estiver grande vou passar aqui para poder falar ‘foi eu que plantei’”, contou Ana Paula.

Envolvimento da comunidade
Além de plantar, os alunos percorreram as casas que margeiam a Avenida Tocantins para envolver os moradores no plantio. “É um gesto de integração, para que cada um acolha uma árvore. Durante o período da chuva elas precisarão de menos cuidados, mas na estiagem é preciso atenção para que não morram”, orientou o coordenador municipal de Educação Ambiental, Tibério Dias.

O casal Rogério Rocha e Maria de Jesus, 43 e 42 anos, foram dois dos moradores que assumiram a responsabilidade de cuidar das novas árvores. “A gente já até plantou seis árvores aqui, Cajueiro e Mangueira. É um lugar que a gente gosta de vim no final da tarde, pegar uma sombra. Pode deixar que, as que estão mais perto de casa, eu vou cuidar”, falou Rogério.

Recuperação e educação
Além do plantio nos canteiros e calçadas, a Prefeitura de Araguaína realiza o controle de manejo de nascentes, com cerca de 140 olhos d’água já preservados dentro da zona urbana. E realiza trabalhos de educação ambiental com alunos da rede pública e privada, nas escolas e em trilhas ecológicas.

“Eu fiquei orgulhosa. Quando estiver grande vou passar aqui para poder falar ‘foi eu que plantei’”, contou Ana Paula, caloura do curso de medicina veterinária

O casal Rogério Rocha e Maria de Jesus, 43 e 42 anos, foram dois dos moradores que assumiram a responsabilidade de cuidar das novas árvores

Fonte: Marcelo Martin / Fotos: Marcos Sandes/Ascom

Posts recentes

  • Documentário Anonymous traz leitura de cinema às obras fotográficas de Daniel Taveira pelo mundo
    Apoiado pela Adetuc e com direção do cineasta Nival Correia, a produção audiovisual é inspirada no trabalho de fotógrafo nascido no Tocantins e seus registros fotográficos que expõem a diferença étnico-religioso dos povos do México, Índia, Ethiópia e Brasil Histórias que tratam do amor, dor, empatia, superação e, principalmente, a pluralidade dos seres foram registradas […]
  • Luta Pela Vida: Mobilização Nacional Indígena retorna à Brasília nos dias 22 a 28 de agosto.
    O Brasil está doente e os povos indígenas são a cura deste país! Há 521 anos esta terra é marcada por violações, pelo racismo e genocídio. São séculos de tentativas de subjugação de povos, de culturas e de territórios. Hoje, quando não são apenas armas dilacerando corpos, canetas assinam leis de extermínio. Quando não são […]
  • Naturatins suspende até novembro as emissões e a vigência de autorizações de queima controlada no Tocantins
    Medida busca prevenir a propagação do fogo durante o período de estiagem Suspensão não se aplica às ações de manejo integrado do fogo, desenvolvidas exclusivamente nas unidades de conservação de proteção integral e nas comunidades tradicionais do Tocantins – Foto: Fernando Alves/Governo do Tocantins O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) suspendeu a partir desta terça-feira, […]
  • Núcleo Aplicado de Minorias e Ações Coletivas: saiba quais demandas podem ser atendidas pelo Núcleo
    Os Núcleos Especializados da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) atuam coletivamente em várias áreas, como saúde, defesa ao preso, direitos das mulheres, direitos humanos, entre outros. Entre eles também está o Núcleo Aplicado de Minorias e Ações Coletivas (Nuamac), com atendimentos em Palmas, Araguaína, Gurupi e Dianópolis. Em Palmas, o Núcleo está sob […]
  • Câmara Municipal de Araguaína finaliza o semestre com 41 projetos de lei aprovados
    Nos primeiros seis meses do ano de 2021, a Câmara Municipal de Araguaína aprovou 41 projetos de lei, entre leis ordinárias e complementares. Dentre os projetos aprovados estão a autorização para compra de vacinas contra a Covid-19, a concessão de data-base aos servidores municipais, suspensão do corte de internet em finais de semana e véspera […]

Categorias

[jetpack_subscription_form show_only_email_and_button=”true” custom_background_button_color=”undefined” custom_text_button_color=”undefined” submit_button_text=”Inscrena-se” submit_button_classes=”undefined” show_subscribers_total=”false” ]

Publicidade:

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons