“A Administração Pública tem que proporcionar um ambiente de trabalho adequado e salubre aos servidores públicos, para que possam ter sua saúde resguardada”, frisa o presidente do SISEPE-TO, Cleiton Pinheiro. O SISEPE-TO tem reivindicado, ao longo do ano de 2020, melhorias de condições de trabalho aos fiscais de trânsito que atuam no Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO). Nesse sentido, o SISEPE-TO protocolou uma nova cobrança, com todas as reivindicações, nessa quarta-feira, 9, no Detran-TO.

Foram enviados 12 ofícios requerendo: fornecimento de álcool em gel e máscaras, equipamentos para subsidiar a realização dos trabalhos e fardamento, restauração e ampliação dos polos do Detran, implementação da escala de trabalho, fim do desvio de função do fiscal de trânsito, implementação de ressarcimento e produtividade por despesas de atividades educativas e/ou complementares, solicitação de informações da quantidade de servidores e escala de trabalho dos fiscais, encaminhamento de minuta de lei sobre indenização por escala extraordinária de serviço prestado e da minuta de lei sobre Gratificação de Risco de Vida e requereu o revezamento dos fiscais nas escalas de viagem.

O SISEPE-TO também solicitou reunião com o presidente do Detran-TO, Cláudio Alex Vieira, para buscar uma solução para os problemas e garantir a melhoria das condições de trabalho dos fiscais de trânsito, logo, uma melhoria do serviço prestado. “O Detran-TO ao responder um dos ofícios argumentou que todas questões levantadas pela categoria eram reflexos das gestões passadas, porém, na prática a atual gestão não tem adotado medidas efetivas para solucionar a precarização do trabalho desses servidores públicos”, pondera Cleiton Pinheiro.

Nesse sentido, o SISEPE-TO cobrou novamente e seguirá buscando a melhoria das condições de trabalho e dos direitos dos seus sindicalizados. “E temos que destacar que a maioria das reivindicações é fornecimento das ferramentas para que os fiscais possam realizar o trabalho e adequação da legislação estadual com a federal, ficando em conformidade com a Constituição Federal e com as realizações do Conselho Nacional de Trânsito (Contran)”, frisa o presidente do SISEPE-TO.

Ofício e fotografia em anexo. Crédito: governo do TO.


Aline Sêne (MTB-805/TO) – WhatsApp: 63 98112-6114

Posts recentes

Categorias

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons