A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) participou nesta quarta e quinta feira, 27 e 28, do 19° Fórum de Governadores da Amazônia Legal que ocorreu em São Luís (MA). Os participantes do evento se dividem em Câmaras Técnicas Setoriais para discutir assuntos relacionados à temática de cada representante.

Na Câmara Setorial do Meio Ambiente, participam os secretários de Estado do Meio Ambiente, técnicos da Câmara Setorial e delegados do GCF para discutir os processos e procedimentos para a Câmara Setorial, no âmbito da estrutura de governança do Consórcio, discussão e evolução das Notas Conceituais dos três projetos prioritários/2019 que são: estruturação do Mercado de Negócios e Serviços Ambientais, Integração do Zoneamentos Ecológico – Econômico da Amazônia Legal e o alinhamento de Protocolos para a Eficiência da Gestão Ambiental, em conjunto com procedimentos de regularidade ambiental.

O secretário da Semarh, Renato Jayme, acompanhou o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, que na ocasião apresentou o programa Pátria Amada Mirim (PAM). O programa vai contemplar inicialmente 25 mil alunos em 139 municípios no período de três anos. Os estados membros da Amazônia Legal manifestaram interesse em implantar o programa em seus estados.

No último fórum dos governadores realizado em Palmas no mês de agosto, foram debatidos as ações da plataforma para o próximo semestre e o acompanhamento das agendas estratégicas de gestão ambiental dos estados membros. Durante o encontro, assuntos como Fundo Amazônia, Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e Licenciamento Ambiental serão elencados pelos nove secretários de meio ambiente que constituem a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso Rondônia, Roraima, Pará e o Tocantins.

Carta de Palmas

Os governadores listaram, na carta, as próximas ações e manifestaram preocupação com o desmatamento ilegal na Amazônia Legal. Em um dos trechos do documento, os governadores manifestaram a preocupação com o avanço do desmatamento ilegal na Amazônia Legal e ratificaram o compromisso institucional de buscar mecanismos reais que garantam o desenvolvimento sustentável da região. Na carta, os governadores também reiteraram a relevância do Fundo Amazônia para a gestão do desenvolvimento a partir da valorização de ativos regionais e a relevância do volume de investimentos disponíveis para os Estados.

Fonte;: – Robson Corrêa/Seccom-TO.

Legenda:
Nove governadores dos estados que compõem a Amazônia LegalEsequias Araujo/Governo do Tocantins
19º Fórum de Governadores da Amazônia Legal realizado em São Luís-MA

Posts recentes

  • Araguaína organiza evento para prefeitos do Tocantins sobre fundos de desenvolvimento da educação
    Encontro vai contar com a presença do Ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o presidente do FNDE, Marcelo Ponte Araguaína vai sediar nesta segunda-feira, 27, um evento de capacitação direcionado a prefeitos e vice-prefeitos das 139 prefeituras do Tocantins. O “Melhorias na Educação – atendimento aos prefeitos do Tocantins” está sendo organizado em parceria com […]
  • Expedição identifica menor número de adultos na população de pato-mergulhão no Tocantins
    Espécie é ameaçada de extinção e número de indivíduos presentes na região do Jalapão foi menor do que o registrado na última contagem, em 2019 A expedição para realização do censo populacional do pato-mergulhão (Mergus octosetaceus) constatou que a quantidade de indivíduos presentes no rio Novo, na região do Jalapão, foi menor em relação à […]
  • FIETO promove evento no dia 29 para apresentar Instituto Amazônia+21 para empresários do Tocantins
    A Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) realiza no dia 29 de setembro um encontro com diretores da instituição e empresários de diversos setores da indústria no Estado para apresentar as diretrizes do Instituto Amazônia+21, uma entidade criada para fomentar novos negócios e atrair grandes empresas para investir e fazer parcerias com negócios […]
  • No Tocantins, confinamento é estratégia de gestão da fazenda, observa equipe do Confina Brasil
    A expedição do Confina Brasil continua sua viagem pelo Tocantins para monitorar a pecuária intensiva no país. Em Araguaína, visitou o Confinamento CSAP (Araguaína/TO), grupo ligado ao frigorífico Minerva Foods. Propriedade enxuta e exclusiva do confinamento, as áreas de capim são 100% utilizadas para produção de silagem de mombaça. Na planta, trabalham com sistema de […]
  • Araguaína avança com implementação de novo sistema de georreferenciamento na cidade
    Plataforma SIGA irá integrar informações essenciais em diversas áreas, como assistência social, saúde e educação, melhorando o atendimento à população Com quase 80% de todo o mapeamento do Município concluído, Araguaína avança no trabalho de alimentação das informações do SIGA (Sistema de Informações Geográficas de Araguaína). A nova plataforma digital permite que a população tenha acesso […]

Categorias

[jetpack_subscription_form show_only_email_and_button=”true” custom_background_button_color=”undefined” custom_text_button_color=”undefined” submit_button_text=”Inscrever-se” submit_button_classes=”undefined” show_subscribers_total=”false” ]

Publicidade

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons