O PIB do Tocantins de 2017 atingiu o valor de R$ 34,10 bilhões e teve crescimento em volume de 3,1%, em relação ao ano anterior. Em valores correntes, o resultado alcançado em 2017 representou um incremento de R$ 2,5 bilhões à economia tocantinense em relação a 2016, em que o PIB foi R$ 31,6 bilhões. O estado manteve participação de 0,5% no PIB nacional e 24ª posição entre os entes federativos. O PIB per capita de 2017, por sua vez, foi R$ 21.998,34, contra R$ 20.605,59 em 2016. Esses números foram divulgados nesta quinta-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A Agropecuária obteve a maior variação em volume entre os três grupos de atividades, 26,7%. O resultado foi decorrente do desempenho do cultivo de soja, na Agricultura, inclusive apoio à agricultura e a pós-colheita; da criação de bovinos, na Pecuária, inclusive apoio à pecuária; e da silvicultura de lenha em Produção florestal, pesca e aquicultura. Devido ao crescimento em volume dessas três atividades, a participação da Agropecuária na economia de Tocantins elevou-se, de 12,7% para 13,5%.

O total das atividades industriais apresentou decréscimo em volume de 4,0% na comparação ao ano anterior, resultante da queda em suas principais atividades. Indústrias de transformação, apesar do ganho em valor relativo, teve queda em volume de 6,2% ocasionada principalmente pelas atividades de preparação de couros, fabricação de álcool e fabricação de minerais não metálicos. Construção também apresentou queda em volume (-5,5%), distribuída entre todos os segmentos da atividade, sobretudo na construção de edifícios. Em Eletricidade, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação, a retração em volume (2,7%) foi ocasionada pela redução da quantidade de energia gerada pelas principais hidrelétricas do estado.

Serviços registrou crescimento em volume de 0,7% em 2017 e teve participação de 71,8% no valor adicionado do Estado do Tocantins. Todas as atividades de Serviços tiveram variação positiva, com exceção de Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social, que caiu 2,5%; devido à redução na saúde pública. A administração pública contribuiu também para a perda de participação do total dos serviços na economia tocantinense, já que o peso da atividade reduziu de 31,7% para 29,6%; entre 2016 e 2017.

Fonte – Arlete Carvalho/Governo do Tocantins
Legenda:
A Agropecuária obteve a maior variação em volume entre os três grupos de atividades, 26,7%Aldemar Ribeiro/Governo do Tocantins

Posts recentes

  • Documentário Anonymous traz leitura de cinema às obras fotográficas de Daniel Taveira pelo mundo
    Apoiado pela Adetuc e com direção do cineasta Nival Correia, a produção audiovisual é inspirada no trabalho de fotógrafo nascido no Tocantins e seus registros fotográficos que expõem a diferença étnico-religioso dos povos do México, Índia, Ethiópia e Brasil Histórias que tratam do amor, dor, empatia, superação e, principalmente, a pluralidade dos seres foram registradas […]
  • Luta Pela Vida: Mobilização Nacional Indígena retorna à Brasília nos dias 22 a 28 de agosto.
    O Brasil está doente e os povos indígenas são a cura deste país! Há 521 anos esta terra é marcada por violações, pelo racismo e genocídio. São séculos de tentativas de subjugação de povos, de culturas e de territórios. Hoje, quando não são apenas armas dilacerando corpos, canetas assinam leis de extermínio. Quando não são […]
  • Naturatins suspende até novembro as emissões e a vigência de autorizações de queima controlada no Tocantins
    Medida busca prevenir a propagação do fogo durante o período de estiagem Suspensão não se aplica às ações de manejo integrado do fogo, desenvolvidas exclusivamente nas unidades de conservação de proteção integral e nas comunidades tradicionais do Tocantins – Foto: Fernando Alves/Governo do Tocantins O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) suspendeu a partir desta terça-feira, […]
  • Núcleo Aplicado de Minorias e Ações Coletivas: saiba quais demandas podem ser atendidas pelo Núcleo
    Os Núcleos Especializados da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) atuam coletivamente em várias áreas, como saúde, defesa ao preso, direitos das mulheres, direitos humanos, entre outros. Entre eles também está o Núcleo Aplicado de Minorias e Ações Coletivas (Nuamac), com atendimentos em Palmas, Araguaína, Gurupi e Dianópolis. Em Palmas, o Núcleo está sob […]
  • Câmara Municipal de Araguaína finaliza o semestre com 41 projetos de lei aprovados
    Nos primeiros seis meses do ano de 2021, a Câmara Municipal de Araguaína aprovou 41 projetos de lei, entre leis ordinárias e complementares. Dentre os projetos aprovados estão a autorização para compra de vacinas contra a Covid-19, a concessão de data-base aos servidores municipais, suspensão do corte de internet em finais de semana e véspera […]

Categorias

[jetpack_subscription_form show_only_email_and_button=”true” custom_background_button_color=”undefined” custom_text_button_color=”undefined” submit_button_text=”Subscribe” submit_button_classes=”undefined” show_subscribers_total=”false” ]

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons