O agendamento também foi realizado pelo whatsapp [Foto: .]

Moradora da zona rural de Itacajá, dona Maricilene da Silva não precisou se deslocar até a cidade para receber o atendimento de um promotor de Justiça. A conversa entre a mulher e a promotora de Justiça Thaís Cairo, que atualmente responde pela comarca, deu-se logo no início da manhã desta sexta-feira, 3, e foi possível graças ao uso de um telefone com internet. O agendamento aconteceu por meio mensagem enviada ao telefone institucional da promotoria de Justiça. 

Durante quase uma hora de conversa, Maricelene explicou à promotora de Justiça que o motivo de ter procurado a ajuda do Ministério Público do Tocantins foi buscar atendimento para a sua sogra de 84 anos, que necessitava de apoio para solucionar questões que envolvem a área da família. 

A novidade tecnológica agradou Marcilene, que elencou as vantagens do atendimento virtual. “Dessa forma, você resolve as coisas mais rápido, sem necessidade de locomoção, e também é mais econômico. Fiquei feliz”, disse ela. 

A promotora de Justiça Thaís Cairo ressaltou que a tecnologia e o meio de acesso são recursos que beneficiam o promotor de Justiça, mas principalmente a sociedade, que precisa dos serviços do Ministério Público. “A tecnologia facilitou, mas o fato de os promotores de Justiça terem um celular institucional disponível foi primordial, pois é este número de telefone que é divulgado”.

Conforme Thaís Cairo, os membros do Ministério Público do Tocantins estão a cada dia se adequando às necessidades da comunidade e encontrando meios para promover um atendimento mais célere e eficiente.

Fonte: Ascom/MPE-TO.

Posts recentes

Categorias

https://selo144.wordpress.com

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons