Equipe Multidisciplinar falou dos fatores de risco e desmistificação do auxílio profissional.

Em uma fala direcionada aos jovens sobre prevenção ao suicídio, a Equipe Multidisciplinar da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), em Araguaína, levou o projeto Defensoria Pública nas Escolas aos alunos do 7° ao 9° ano da Escola Estadual Guilherme Dourado. A ação foi realizada nesta quarta-feira, 31. O projeto é realizado pela DPE-TO e coordenado pela Escola Superior da Defensoria (Esdep).

O início da conversa na Escola Guilherme Dourado focou fatores de risco à ideação suicida, como bullying e a influência negativa que a internet pode causar, conforme apresentou a assistente social Fernanda Cristina Campelo.

Já a orientação da psicóloga Vanessa Sales foi desmistificar a busca de auxílio profissional. “O emocional da gente também precisa de cuidados, assim como o físico, que já damos a devida importância. Os dois não estão desassociados”, destacou.

A escolha do tema tem relação com a campanha do “Setembro Amarelo”, em que a DPE-TO, por meio do Núcleo das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac), colaborou na conscientização de jovens de escolas estaduais de Araguaína, através de uma parceria entre instituições de ensino e órgãos da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). O assessor jurídico do Núcleo, Jefferson Henke Frederico, participou do evento e destacou que o objetivo principal da campanha foi criar uma rede de solidariedade onde todos fiquem vigilantes quanto aos seus amigos, para que consigam ajudar caso notem que precisam de ajuda. A

Segundo a coordenadora pedagógica Lenice Feitosa da Silva, os professores da escola que recebeu a palestra do estão sempre atentos e conversando com os alunos sobre problemas emocionais que vem à tona no dia a dia. “É fundamental essa parceria, pois vemos alguns focos de depressão que é preciso estarmos alerta”, comentou.

A sensibilização sobre ideação suicida sempre destaca onde buscar ajuda para superar os sofrimentos, como o Centro de Valorização da Vida (CVV), que conta com serviço de apoio emocional por meio do número 188. Também existe ajuda disponível nas unidades básicas de saúde (UBS), onde pode ser procurado um atendimento psicológico e psiquiátrico e acompanhamento pelo Centro de Atenção Psicossocial (Caps), entre outros serviços.

A Equipe Multidisciplinar destacou outras estratégias para prevenção que podem partir de qualquer pessoa, como saber ouvir sem julgar. E aconselhou a todos a terem resiliência, ou melhor, ter capacidade de lidar com problemas, encontrando soluções para enfrentar e superar as adversidades.

A próxima edição do Projeto em Araguaína será ainda em novembro, na Escola Estadual Jorge Amado, na qual a equipe docente está concluindo sua análise para sugerir o tema, respeitando os eixos temáticos do projeto.

Projeto

Lançado em 10 de maio deste ano, o projeto “Defensoria Pública nas Escolas” já ocorreu em outras unidades de ensino público tocantinense e é desenvolvido sob a coordenação e supervisão da Esdep em parceria com a Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). Em Araguaína, as atividades são organizadas e executadas pela Equipe Multidisciplinar, composta pelas assistentes sociais Fernanda Cristina Campelo e Maria Geovanísia Mendes, a pedagoga Gislene Moreira e a psicóloga Vanessa Sales.

Segundo a pedagoga Gislene Moreira, o Projeto promove a cidadania através de temas que levem à reflexão e ação em face dos problemas que afetam a sociedade. “Os temas escolhidos para serem trabalhados nas escolas estão sendo de acordo com os principais problemas enfrentados pela comunidade local, onde o próprio corpo docente tem feito suas sugestões, respeitando os eixos temáticos do projeto”, disse a pedagoga. Acrescentando que o desenvolvimento do projeto é de suma importância no cumprimento da missão institucional, visto que promove ações educativas em um ambiente de formação de cidadãos críticos (escola).

(Keliane Vale/Ascom/DPE-TO)

Posts Recentes

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons