A Polícia Civil do Tocantins deflagrou nesta sexta-feira, 30, na região extremo-norte do Estado, no Bico do Papagaio, a 4ª fase da Operação Travessia, que visa combater o tráfico de drogas na tríplice divisa entre os estados do Pará, Tocantins e Maranhão, com inter-relação ao estado de Goiás. A operação ganhou este nome porque os traficantes utilizavam os rios Araguaia e Tocantins como via de tráfego dos entorpecentes pelos estados de Pará, Maranhão e Tocantins.

Foram cumpridos 15 mandados de prisão preventiva e temporária e 12 mandados de busca e apreensão nos municípios de Araguatins, São Bento do Tocantins, Trindade de Goiás (GO) e Marabá (PA). De acordo com a Polícia Civil, o grupo consistia numa associação de traficantes em fase inicial de organização, tendo inclusive contato com organizações criminosas de reconhecimento nacional.

Participam desta fase da operação, 50 policiais civis, sendo 10 delegados e 40 agentes e escrivães das regionais de Araguatins com o apoio da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic) de Araguatins, Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote),Delegacia de Polícia de Tocantinópolis e de Ananás, todos na região extremo-norte do Estado. A operação está sendo coordenada pela 2ª Delegacia de Polícia de Araguatins, sob o comando do delegado titular Enio Walcacer.

Histórico

Iniciada em julho de 2018, por meio de um flagrante delito em parceria com a Polícia Militar, a Operação Travessia teve suas primeiras prisões realizadas em Araguatins, quando forampresos três traficantes e um adolescente infrator. Segundo o delegado Enio Walcacer, após aquelas prisões, foram realizadas coletas de informações com o auxílio da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil. Na segunda fase, fora apreendida uma remessa de drogas oriunda de Marabá (PA), trazida por uma mulher gestante, utilizada como mula pelo traficante J.I.S., conhecido como Velho.

Na terceira fase, em continuidade às investigações e em contato com o Sistema de Inteligência da Polícia Civil de Goiás, a equipe de investigadores recebeu a informação de que J.C., morador de São Bento, distante a 47 km de Araguatins, estaria recebendo uma grande remessa de drogas, quatro veículos automotivos e uma motocicleta utilizados no transporte de drogas, além de um revólver calibre 22, procedendo a sua interceptação.

Na última quarta-feira, 28, foi cumprido mandado de prisão contra J.C, no município de Marabá. Com ele, foram apreendidos cerca de R$ 7 mil em dinheiro, meio quilo de droga identificadacomo crack pela perícia, um veículo utilizado para negociações e transporte de drogas, além de uma espingarda calibre 32.

Saiba Mais

A operação Travessia, que durou cerca de quatro meses, foi fruto de um trabalho especializado e conjunto de toda a equipe da 2ª DPC de Araguatins, em parceria com a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), com minuciosa investigação, levantamento e cruzamento de informações, a partir das mais modernas tecnologias à disposição da Polícia Civil do Tocantins, somado às atividades de campo empreendidas pelos agentes lotados na 2ª Delegacia de Polícia de Araguatins. (Wherbert Araújo/Governo do Tocantins)


A Operação Travessia durou cerca de quatro meses e é fruto de um trabalho especializado e conjunto da 2ª DPC de Araguatins, em parceria com a Diretoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública

Pots Recentes

Categorias

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons