Os atrativos turísticos do Jalapão registraram um aumento significativo de visitantes provenientes de várias partes do Brasil e do exterior. O resultado positivo alcançado na reabertura da região turística se deve ao plano de retomada elaborado pela Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) com os municípios e as instâncias de governança.

De acordo com os dados levantados pela equipe da Adetuc, no mês de novembro, as Dunas receberam 3.687 turistas, um aumento de 77,7% em relação a novembro de 2019 e uma queda de 6,0% em relação a outubro de 2020. Outro atrativo que registrou um aumento foi a Cachoeira da Velha com 2.140 visitantes, um aumento de turistas de 30,4% em relação ao mesmo período de 2019 e um aumento de 7,3% em relação a outubro de 2020.

A maioria dos turistas que visitaram os atrativos do Jalapão foi do Brasil com 99,4% e 0,6% de turistas estrangeiros, destes 58,2% do sexo feminino e 41,8% do sexo masculino. Com relação aos estados com maior presença na região, turistas provenientes de São Paulo lideraram com 41,6%, seguidos de Rio de Janeiro (13,0%), Minas Gerais (8,0%), Tocantins (7,6%) e Paraná (5,1%). Em relação aos turistas estrangeiros, 31% dos visitantes foram oriundos dos Estados Unidos, 31% da França e 15% da Colômbia.

Para o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e presidente da Adetuc, Tom Lyra, o trabalho desenvolvido pelo Governo do Tocantins, para garantir a segurança dos turistas no período de flexibilização e a reabertura das visitas de maneira controlada aos atrativos dos encantos do Jalapão, garantiu uma retomada da atividade com segurança e contribuiu para movimentar a economia local. 

“Os dados apontam um crescimento significativo no aumento de turistas na região, graças ao empenho do governador Mauro Carlesse, que nos orientou a desenvolver ações que garantissem a retomada do turismo de forma segura neste período de pandemia do novo Coronavírus, ao restabelecer a economia local e fortalecer o trade do turismo, gerando emprego e renda para comunidade”, considera Tom Lyra.

Fonte: Wladimir Machado/Novaventura/Divulgação

Edição: Alba Cobo – Revisão Textual: Marynne Juliate

Posts recentes

Categorias

https://selo144.wordpress.com

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons